BOTAFOGO 4X0 NÁUTICO - 21/04/2018 - FOTO: REPRODUÇÃO EI

BOTAFOGO 4X0 NÁUTICO - 21/04/2018 - FOTO: REPRODUÇÃO EI

BOTAFOGO BICAMPEÃO PARAIBANO 2018 - FOTO: VERONILSON

BOTAFOGO BICAMPEÃO PARAIBANO 2018 - FOTO: VERONILSON

FINAL DO PARAIBANO 2018 - 1º JOGO - CAMPINENSE X BOTAFOGO - 05/04/2018 - Foto: Pedro Alves GE/PB

FINAL - 1º JOGO - CAMPINENSE X BOTAFOGO - (Foto: Pedro Alves GE/PB)

BOTAFOGO 2X1 TREZE - 25/03/2018 - FOTO: REPRODUÇÃO E.I.

BOTAFOGO 2X1 TREZE - 25/03/2018 - FOTO: REPRODUÇÃO E.I.

BOTAFOGO 5X0 DESPORTIVA GUARABIRA - 25/02/2018 - FOTO: FÁBIO FERNANDES

BOTAFOGO 5X0 DESPORTIVA GUARABIRA - 25/02/2018 - FOTO: FÁBIO FERNANDES

TREZE 2X4 BOTAFOGO - 18/02/2018 - IMAGEM: EI

TREZE 2X4 BOTAFOGO - 18/02/2018 - IMAGEM: EI

domingo, 22 de abril de 2018

Série C – Botafogo goleia o Náutico em jogo válido pela 2ª Rodada do Brasileirão


Botafogo-PB 4x0 Náutico-PE
(Imagem: Reprodução E.I.)
Um sábado à noite que vai ficar marcado na memória do Fiel Torcedor Botafoguense, uma vez que nem o mais otimista poderia adivinhar que o Belo iria meter 4 a 0 no Timbu. Uma goleada histórica, que carimbou a faixa de campeão pernambucano do Náutico, depois de 13 longos anos na fila de espera.

O banquete servido ao time Timbu foi preparado pelo Mestre Leston Júnior, técnico do Botafogo, que deu um nó tático no experiente Roberto Fernandes, treinador do Náutico, uma vez que o time do Botafogo entrou em campo já marcando o time do Náutico no seu setor de defesa, pressionando a saída de bola do time pernambucano, que ficou atordoado, dessa forma, não demorou muito para o Belo balançar as redes do Náutico, aos 5’, o meia Marcos Aurélio, posicionado na marca do pênalti, livre de marcação, completou de primeira um cruzamento vindo da direita, pegando o goleiro Bruno no contrapé, golaço do Beloooooo.

Depois do gol, o time do Botafogo não diminuiu a pegada, de forma que o Náutico não conseguia sair para o jogo. Uma marcação implacável dos comandados do professor Leston Júnior.

Aos 25’, por pouco o Belo não ampliou o marcador, quando Dico recebeu um excelente passe, dentro da área, livre de marcação, mas desafinou na finalização, quase...

Jogando com inteligência, o Botafogo teve muito mais volume de jogo de que o Náutico durante todo o primeiro.

Na etapa complementar, o time do Náutico foi com tudo para cima do Botafogo, mas os donos da casa estavam com um sistema defensivo muito bem montado.

Com dificuldades de penetrar na defesa do Botafogo pelo meio, o time do Náutico começou a investir pelas laterais, tendo muito êxito quando o Tiago Costa entrou no lugar de Kevyn, a outra substituição promovida pelo treinador Roberto Fernandes no intervalo foi a de Rafael Assis por Júnior Timbó, que também entrou muito bem no jogo.

Aos 7’, o volante Jataí do Botafogo teve que ser substituído devido uma contusão, mas em noite perfeita, todos que entram, entram bem, e com o Humberto não foi diferente, deu conta geral do recado.

Aos 21’, mais uma substituição pelo lado do Botafogo, dessa vez brilhou a estrela do treinador Leston Júnior, ao trocar o atacante Nando pelo também atacante Mário Sérgio, isso porque com apenas 3 minutos que ele havia entrando no jogo, fez um dos gols mais bonitos que já aconteceram no Almeida Filho, aproveitando um levantamento na área do lateral Carlos Renato, Mário Sérgio acertou uma virada de bicicleta, cinco estrelas, a pelota entrou no canto inferior direito do goleiro Bruno, que nada pôde fazer; goooooooooool genial do Mário, digno de uma placa no estádio.

Com 2 a 0 no placar em favor do Botafogo, o time do Náutico foi para o tudo ou nada, e acabou ficando com nada, isso porque aos 30’, Marcos Aurélio, com muito estilo, ligou um rápido contra-ataque com Dico, que carregou a bola do meio campo até a entrada da grande área, para tocar na saída do goleiro Bruno, mais um gol do Belo... estava pintando goleada no Almeidão.

Com 3 gols já garantidos na bagagem, o time do Náutico começou a distribuir pancadaria dentro de campo, tendo Robinho tomado um amarelo aos 38’ e Wallace Pernambucano um vermelho aos 46’.

Por outro lado, finalzinho de jogo tranquilo para o Belo, que colocou o time do Náutico na roda, dando um verdadeiro “olé”, que foi ecoado pelo canto da sua Fiel Torcida.

Quando todos pensavam que a fatura estava liquidada, eis que surge Marcos Aurélio, para uma cobrança de falta, do meio da rua, aos 48’, a pelota pegou efeito e o goleirão do Náutico aceitou, fechando assim o caixão do time Timbu. Botafogo 4x0 Náutico, placar final.

Formações:

Botafogo: Saulo; Lula, Gedeilson, Walber e Carlos Renato; Rogério, Jataí (Humberto), Allan Dias e Marcos Aurélio; Dico (Mazinho) e Nando (Mário Sérgio).  Técnico: Leston Júnior.

Náutico: Bruno, Medina, Camutanga, Camacho e Kevyn (Tiago Costa); Negretti, Jobson e Wendel (Tharcysio); Rafael Assis (Júnior Timbó), Robinho e Wallace Pernambucano. Técnico: Roberto Fernandes.

Arbitragem:

Árbitro Central: Marco Aurélio Augusto Fazekas (MG);
Auxiliar 1: Marconi Helbert Vieira (MG);
Auxiliar 2: Douglas Almeida Costa (MG).

Borderô:

Público: 5.119;
Não pagantes: 547;
Renda: R$ 84.862,00.

Melhores Momentos:


O próximo desafio do Botafogo pela Série C está programado para o dia 30/04, segunda-feira, às 21h15, no Almeidão, em João Pessoa, contra o Confiança-SE; já o Náutico joga no Acre, contra o Atlético-AC, no domingo (29), às 19h, sendo ambos os jogos transmitidos pela TV Esporte Interativo.

Antes disso, o Belo recebe o Bahia, no Almeidão, nesta quinta-feira (26), às 21h45, em jogo válido pelas Quartas de Final da Copa do Nordeste.


Por Fábio Fernandes 


    

terça-feira, 17 de abril de 2018

O Botafogo da Paraíba com sua estreia na Série C e seus problemas no extracampo


Salgueiro-PE 0x0 Botafogo-PB
(Foto: Emerson Rocha/ Globo Esporte.com)
O último domingo foi marcado pela estreia do Botafogo na Série C do Brasileirão, bem como pela matéria tendenciosa veiculada pela Tv Globo, no programa Fantástico, na qual o Belo foi retratado como um time desonesto e corrupto, em que as acusações levantadas pela Operação Cartola, de autoria da Polícia Civil e Ministério Público da Paraíba, mesmo antes de serem comprovadas, foram imputadas ao Botafogo Futebol Clube da Paraíba, o que indignou bastante a sua Fiel Torcida.

Em meio a todos esses problemas extracampo, o Belo fez sua estreia na Série C do Brasileirão, fora de casa, no Cornélio de Barros, onde empatou com o Salgueiro, sem abertura de contagem no marcador.

Um jogo difícil para o time do Belo, mas, pontuar fora de casa em uma competição tão acirrada como a Série C deste ano, até que dá para entender as justificativas do treinador Leston Júnior, que em entrevista ao GE/PB, após a partida, disse que “a Série C é uma competição que vai premiar lá na frente quem conseguir pontuar com regularidade. E você conseguir pontuar, na estreia da competição, contra um adversário que é sempre muito forte dentro de casa, é um sinal importante”. 

 Pois é, que a importância do empate na estreia da competição possa ter sua “regularidade” com vitórias dentro de casa, e sob essa ótica, neste sábado (21), o Belo estará recebendo a equipe do Náutico, que apesar de vir de uma goleada para a Ponte Preta-SP, por 3 a 0, pela Copa do Brasil, e ter estreado na Série C contra o rival Santa Cruz com um empate em 1 a 1, não diminui a força da camisa do atual campeão pernambucano.

Voltar a se encontrar dentro das quatro linhas, jogar um futebol inteligente, sempre em busca de maior conjunto e desenvolvimento no decorrer da competição são condições necessárias para que o Belo possa atingir seu objetivo maior, que é o acesso à Série B do próximo ano.

Depois da conquista do 30º Título da sua gloriosa história, a Fiel Torcida do Belo vai ter a oportunidade de empurrar o time para a sua primeira vitória na Série C, e esse reencontro já tem dia, hora e local marcados, neste sábado (21), às 19h, no Almeida Filho.



Por Fábio Fernandes

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Botafogo se mantém na hegemonia do futebol paraibano com a conquista do BI Estadual


Botafogo Bicampeão Paraibano 2018
(Foto: Veronilson Freire / TV Torcedor)
Foi uma caminhada difícil, mas, por ter sido planejada e levada bastante a sério, mesmo compartilhando seu tempo para as disputas de três competições simultâneas (CN, CB e CP), o título de Bicampeão conquistado pelo Botafogo Futebol Clube, na noite desse domingo (8), foi justo e merecido, uma vez que, sem sombra de dúvidas, foi a melhor equipe desta Edição do Paraibano.

O Botafogo esteve presente nas finais dos últimos 6 Campeonatos Paraibanos, dos quais conquistou 4 títulos, em dois Bicampeonatos, no total, o Alvinegro da Estrela Vermelha soma 30 títulos estaduais, o que lhe coloca como o Clube que mais vezes foi Campeão Paraibano.

A belíssima vitória na Final do Paraibano, por 2 a 0 (Nando aos 4’ 2ºT e Lula aos 35’ 2ºT), diante a equipe do Campinense Clube, fez balançar as estruturas do Almeida Filho, que mais uma vez serviu de palco para um show do time dentro das quatro linhas e um show à parte da sua Fiel Torcida nas arquibancadas, que vibrou, incentivou, aplaudiu e empurrou o Belo do começo ao fim do jogo.

Confira as formações de Botafogo e Campinense nessa Grande Final:

Botafogo: Saulo, Felipe Cordeiro, Gladstone, Lula, Mazinho (Hiroshi), Rafael Jataí, Rogério, Carlos Renato, Marcos Aurélio, Dico (Mário Sérgio) e Nando (Allan Dias). Técnico: Leston Júnior.

Campinense: Jeferson, Alex Murici, William Goiano, Rafael Jensen, Rafael Araújo (Thiago Potiguar), Neto, Felipe Macena, Marcinho, Jackinha, Tarcísio (Matheus Ortigoza) e Muller Fernandes. Técnico: Ruy Scarpino.

BORDERÔ: Público pagante: 7.114; Não pagante: 994 e Renda: R$ 125.885,00.

ARBITRAGEM: Árbitro central: Cláudio Francisco Lima e Silva (CBF-SE); Assistente 1: Clériston Clay (CBF-SE) e Assistente 2: Vaneide Vieira (CBF-AL).

MELHORES MOMENTOS:


A festa da Torcida do Botafogo se estendeu pela madrugada, com grande concentração no Busto de Tamandaré, na orla da capital, bem como em diversos bares e restaurantes por toda João Pessoa.

Orgulho da Paraíba, o Belo é também o único Clube paraibano a ter conquistado um título nacional (Campeão Brasileiro da Série D de 2013). Agora o mais querido da Paraíba vai para as disputas da Série C do Brasileirão, levando consigo a esperança de toda Nação Botafoguense, que acredita no acesso à Série B de 2019.

E por falar em 2019, o Belo já tem calendário cheio garantido para o ano que vem, com vagas asseguradas na Copa do Brasil, Copa do Nordeste, além dos Campeonatos: Paraibano e Brasileiro.

Trabalho concluído, o Elenco Botafoguense deverá se reapresentar nesta quarta-feira, quando as atenções do Belo ficarão todas voltadas para a sua estreia na Série C do Brasileirão, programada para este domingo (15), às 16h, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro-PE, contra o time de mesmo nome da cidade.


Por Fábio Fernandes

sexta-feira, 6 de abril de 2018

Botafogo fica em desvantagem para a Grande Final do Paraibano, mas uma vitória simples garante o 30º Título Estadual ao Belo


(Foto: Pedro Alves - GE/PB)
As duas melhores equipes desta Edição do Campeonato Paraibano, Botafogo e Campinense, começaram a decidir o certame estadual na noite dessa quinta-feira (5), no Amigão, em Campina Grande. Nesta partida de 180 minutos, nos primeiros 90`, melhor para o time raposa, que fez valer o mando de campo e com o apoio da sua torcida conseguiu vencer o Botafogo pelo placar de 1 a 0.

Com o gol marcado logo no primeiro minuto de jogo, através do jogador Tarcísio, o time do Campinense surpreendeu a equipe do Botafogo, que depois do gol sofrido sentiu a pressão contínua do adversário, que poderia até ter ampliado o placar, mas faltou competência para isso. Por outro lado, o time da capital bem que poderia ter chegado pelo menos ao empate, mas faltou pontaria aos comandados do professor Leston Júnior.

Botafogo e Campinense, que graças ao incrível regulamento do Campeonato Paraibano deste ano, ainda não haviam medido forças nesta competição, mas agora já puderam se conhecer melhor neste “primeiro tempo” da decisão do Paraibano, sendo assim, o jogo de volta, em João Pessoa, programado para as 19h deste domingo (8), no Almeidão, promete ser de arrepiar, com o time do Campinense com a vantagem de jogar pelo empate, já para o time do Botafogo chegar ao 30º Título, só a vitória interessa.

Apesar de ser um jogo que terá transmissão pela TV Esporte Interativo, acredita-se que as torcidas de Botafogo e Campinense possam lotar as dependências do Almeida Filho, em um clima de disputa e rivalidade sadia, que historicamente marcaram os confrontos desse Clássico das Emoções.


Por Fábio Fernandes

terça-feira, 3 de abril de 2018

Botafogo está nas quartas de final da Copa do Nordeste e na grande final do Campeonato Paraibano


Nos últimos dias, apenas jogos decisivos têm feito parte da vida do Alvinegro da Estrela Vermelha. Pela Copa do Nordeste, mesmo perdendo para o Bahia (2 a 0), na última rodada da fase de grupos, o Belo conseguiu avançar na competição, uma vez que a classificação final do Grupo C ficou dessa forma: 1º Bahia (12 pontos); 2º Botafogo (10 pontos); 3º Náutico (8 pontos) e Altos-PI (3 pontos). Sendo assim, Botafogo e Bahia se classificaram, e para a surpresa de todos, essas equipes foram sorteadas para voltar a jogar, no mês de maio, desta feita em jogos de ida e volta, válidos pelas quartas de final da Copa do Nordeste, com o primeiro jogo acontecendo no Almeidão, em João Pessoa, e a partida de volta programada para a Arena Fonte Nova, em Salvador.   

Mudando de competição os jogos decisivos continuam, pela semifinal do Campeonato Paraibano foram dois jogos contra o Treze, em que o Belo venceu ambas as partidas, em João Pessoa, por 2 a 1, e em Campina Grande, no último domingo, por 1 a 0. Confira os melhores momentos e o Gol do Botafogo, assinalado pelo zagueiro Lula, que eliminou o Treze do Estadual 2018:


Agora o Belo vai decidir o certame estadual mais uma vez contra o Campinense Clube, na tentativa de conquistar o Bi Estadual.

Mesmo com o calendário repleto de competições este ano, o time do Botafogo tem feito boas apresentações, sendo assim, também garantiu calendário cheio para o ano que vem:

(Imagem: BFC)

Neste mês de abril, além de decidir o Campeonato Paraibano contra o CC, o Belo estreia na Série C do Brasileirão, na expectativa de conseguir o acesso para a Série B, em 2019. Confira abaixo os jogos do Botafogo programados para este mês:

(Imagem: BFC)

Por Fábio Fernandes

segunda-feira, 26 de março de 2018

Campeonato Paraibano – Botafogo vence o Treze no jogo de ida da semifinal e vai para Campina Grande com a vantagem do empate para chegar à grande decisão contra o Campinense


(Imagem: Reprodução E.I.)
Domingo de mais um Clássico Tradição no Estádio Almeidão, em João Pessoa, desta feita realizado às 19h, devido a transmissão da TV Esporte Interativo, fora esse detalhe, o resto foi como de sempre, um bom público, a rivalidade nas arquibancadas a flor da pele e dentro de campo, os atletas reeditaram belas partidas, que marcaram a história entre esses clubes tradicionais do futebol paraibano.

Um jogo que começou bem equilibrado, mas aos poucos o time do Botafogo foi se sobressaindo diante o adversário, pois teve maior domínio da pelota, criou mais e foi presenteado pelo melhor futebol apresentado no final da primeira etapa, aos 40’, quando o atacante Dico acertou um lançamento cinco estrelas para Hiroshi, que dominou dentro da área e tocou por cobertura na saída do goleiro Saulo do Treze, golaço do camisa 5 do Belo. E o primeiro tempo terminou com os donos da casa à frente do marcador, Botafogo 1x0 Treze.

Para o segundo tempo, o time do Treze lançou em campo o meia Marcelinho Paraíba no lugar de Alberto, e apesar da idade avançada para um atleta de futebol (42), além de ter sofrido um pequeno AVC, há menos de 30 dias, fez diferença positiva em prol do seu time.

Já o time do Botafogo retornou com a mesma formação, mas o futebol não foi o mesmo apresentado no primeiro tempo, porque o time do Belo voltou sonolento, errando passes simples, dando chutões para se livrar da bola, definitivamente, não era o mesmo time do Botafogo que enquadrou a equipe galista na primeira etapa.

Dessa forma, o time do Treze começou a dar as fichas no jogo, o goleiro Botafoguense foi bastante acionado, até que aos 20’, Marcelinho Paraíba cobrou um escanteio pelo lado direito do seu ataque, a bola seguiu pelo alto com muito efeito, o goleiro Saulo do Botafogo fez uma defesa parcial, mas a pelota sobrou na cabeça do Leonardo Luiz, que só fez escorar para o fundo da meta do Botafogo. Na comemoração, o Marcelinho Paraíba se dirigiu a Torcida do Botafogo, que estava na Geral, com gestos obscenos, mostrando que apesar do bom futebol apresentado por ele dentro das quatro linhas, continua o mesmo “moleque” de sempre, não à toa as inúmeras vezes que se envolveu em escândalos na sua triste e vergonhosa história de vida fora dos gramados. Lamentável.

Só depois do gol de empate sofrido é que o time do Botafogo resolveu acordar para o jogo, e a entrada de jogadores mais descansados, Carlos Renato no lugar de Hiroshi, Allan Dias no lugar de Nando e por fim Mário Sérgio no lugar de Dico, o time retomou as rédeas da partida, equilibrou o jogo, e voltou a atacar com mais frequência o adversário.  

Sendo assim, ditando o ritmo do jogo, o Botafogo voltou à frente do placar para não mais sair, aos 43’, o meia Marcos Aurélio mandou um verdadeiro “pombo sem asas” para o gol do Treze, o goleiro Saulo deu rebote nos pés de Allan Dias, que ajeitou e estufou as redes do time galista. Alegria geral nas arquibancadas do Almeida Filho, onde a Nação Alvinegra da Estrela Vermelha fez a festa. Botafogo 2x1 Treze, mais uma vitória do Belo, que há três longos anos não sabe o que é ser derrotado pelo time numérico de Campina Grande.

O jogo de volta contra o Treze, no Estádio Amigão, em Campina Grande, está programado para o dia 1º de abril, antes disso, o time do Botafogo vai receber a forte equipe do Bahia, nesta quinta-feira (29), no Estádio José Américo de Almeida Filho (O Almeidão), em jogo válido pela última rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste. Para este jogo, o Belo joga pelo empate para se classificar, sem depender do resultado do outro jogo do Grupo C, entre Altos-PI e Náutico-PE. O Botafogo lidera o Grupo C com 10 pontos, seguido do Bahia com 9 pontos, depois vem o Náutico na terceira colocação com 7 pontos e o Altos-PI, que somou apenas 2 pontos e vai para essa última rodada sem chances matemáticas de classificação. Será uma rodada emocionante, com Botafogo, Bahia e Náutico lutando por duas vagas na próxima fase da Copa do Nordeste, e a expectativa é de casa cheia no Almeidão, com a Fiel Torcida do Belo empurrando o seu time do coração em busca de mais um resultado positivo. #ForçaBelo...


Por Fábio Fernandes


TIMEMANIA - APOSTE NO BOTAFOGO-PB COMO O TIME DO CORAÇÃO!


TIMEMANIA - Marque o Botafogo-PB como seu time do coração!!!