MARQUE O BOTAFOGO-PB NA TIMEMANIA

MARQUE O BOTAFOGO-PB NA TIMEMANIA

sexta-feira, 29 de abril de 2022

O que esperar de Botafogo e Campinense na Grande Final do Paraibano 2022

Xerife do Belo x Raposa (Imagem: Divulgação / Internet)

Na retrospectiva recente do Campeonato Paraibano, o Botafogo chegou à final do certame estadual de 2013 até 2019, ou seja, foram sete anos consecutivos chegando à final do Paraibano, período em que conquistou 5 títulos estaduais, depois disso ficou de fora nos dois últimos anos, 2020 e 2021, agora, em 2022, o Alvinegro da Estrela Vermelha volta a disputar uma final de campeonato estadual, desta feita diante da boa equipe do Campinense Clube.

Em 10 jogos realizados por cada equipe até chegarem à Grande Final do Paraibano, Botafogo e Campinense tiveram as seguintes campanhas: Botafogo, 6 vitórias, 2 empates e 2 derrotas; já o Campinense chega à final de forma invicta, com 8 vitórias e 2 empates. Contudo, na fase de grupos, de acordo com o regulamento da competição, os adversários de Botafogo e Campinense não foram os mesmos, além disso o Campinense ainda somou uma vitória por WO nesta fase. Dessa forma, essa “invencibilidade” do Campinense até então não garante festa antecipada para o time raposa, mesmo porque o time do Campinense agora terá pela frente um adversário à altura, haja vista que tanto Botafogo como Campinense são os atuais representantes da Paraíba na Série C do Brasileirão.   

Apesar do árduo caminho percorrido até a grande final do estadual, o time do Botafogo chega inteiro para esta decisão de 180 minutos, em que os primeiros 90 minutos serão jogados no Almeidão, em João Pessoa, e os 90 minutos restantes jogados no Amigão, em Campina Grande, principalmente depois da forma heroica que o Botafogo conseguiu a sua classificação para esta final, ao eliminar nas semifinais a boa equipe do Nacional de Patos, com um placar agregado de 4 a 3 para o Botafogo, construído depois de um 3 a 1 para o Nacional, em Patos (jogo de ida), e um 3 a 0 para o Botafogo, em João Pessoa (jogo de volta). 

Nesta análise sobre o que esperar de Botafogo e Campinense para esta Grande Final, temos que o Campinense Clube investiu mais que o Botafogo na montagem do elenco, além disso vem realizando bons jogos, por outro lado, o time do Botafogo vem de uma considerável participação na Copa do Nordeste, em que pôde enfrentar, de igual para igual, equipes tradicionais do futebol nordestino, chegando inclusive às quartas de final da competição regional. 

Na realidade são duas camisas de peso do futebol paraibano, que costumam fazer grandes duelos, não à toa este histórico confronto recebeu o nome de Clássico Emoção. Sendo assim, não se pode esperar mais do que fortes emoções para este jogão de 180 minutos envolvendo o Alvinegro da Maravilha do Contorno e o Rubro-Negro do Alto da Bela Vista, os dois maiores vencedores do futebol paraibano.


Por Fábio Fernandes

(Jornalista DRT PB 3024)


segunda-feira, 18 de abril de 2022

Sem favoritismo, o Botafogo disputa as semifinais do Campeonato Paraibano contra o Nacional de Patos

(Foto: Guilherme Drovas)

Para esta temporada de 2022, o Botafogo não conseguiu montar um elenco tão caro, mas soube contratar bons atletas com os recursos que teve em mãos. Dessa forma, chegou às quartas de final da Copa do Nordeste, sendo eliminado pelo Náutico depois de empatar em 1 a 1 no tempo regulamentar, o time do Belo ficou nas cobranças das penalidades máximas, sendo o resultado de 4 a 3 em favor do Náutico uma mera fatalidade, haja vista que o time paraibano apresentou maior volume de jogo durante os 90 minutos.

A bola rolou pelo Campeonato Paraibano simultaneamente com a Copa do Nordeste, e essa condição de ora virar a chave para os jogos do Paraibano e ora virar de volta para os jogos da Copa do Nordeste, fez com que o time do Botafogo tivesse oscilações nas duas competições, inclusive só garantiu vaga direta para as semifinais do Paraibano depois de superar o time do Sousa no saldo de gols, aperto esse passado devido às referidas oscilações na competição estadual, quando perdeu pontos para o São Paulo Cristal (1 a 1) e Auto Esporte (2 a 2), jogando dentro do Almeida Filho. 

Com dois jogos pela frente diante a equipe do Nacional de Patos, sendo o primeiro em Patos, nesta quarta-feira (20/04) e o jogo de volta em João Pessoa (26/04), valendo classificação para a grande final do Campeonato Paraibano 2022, o time do Botafogo não apresenta mais o favoritismo tradicional de anos anteriores, isso porque o conjunto do Botafogo ainda precisa de alguns ajustes. Inclusive a perda do meia Anderson Paraíba para o Remo do Pará não foi uma coisa muita boa para o Belo, haja vista que o Anderson fez uma excelente Copa do Nordeste vestindo a camisa do Botafogo, mas depois que começaram as suas negociações com o Clube do Remo, coincidência ou não, o jogador apresentou uma lesão e não mais vestiu a camisa do Belo. Apesar de o Anderson Paraíba só deixar o Botafogo ao término do Campeonato Paraibano para se apresentar ao Clube do Remo, o anúncio da sua saída foi uma verdadeira ducha de água fria na cabeça do Fiel Torcedor Botafoguense, que agora não acredita que o Anderson tenha mais nenhuma motivação para defender as cores do Belo, isso porque ele já é atleta de outro time.

A situação de perda do meia Anderson Paraíba poderia ser minimizada caso o meia ofensivo Nádson conseguisse liberação do Departamento Médico e ficasse logo à disposição do treinador Gerson Gusmão. O Nádson foi contratado para ser o camisa 10 do Belo, mas devido a uma lesão muscular na coxa direita, o atleta ainda não estreou pelo Botafogo nesta temporada, o que tem sido um grande prejuízo para o clube.

Com claros problemas no setor de armação que precisam ser solucionados urgentemente, o treinador Gerson Gusmão também precisa rever o posicionamento do sistema defensivo do Belo, que vez por outra comete falhas clamorosas, que acabam influenciando no resultado de alguns jogos.

Diante tantos problemas, o time do Botafogo perde a condição de favorito para a conquista do atual certame estadual, sendo considerado apenas um time competitivo, que promete lutar pelo título, a fim de reconquistar a hegemonia do futebol paraibano, que hoje pertence ao Campinense Clube, atual campeão do estado, que vem de um vice-campeonato brasileiro da Série D, é um dos semifinalistas do Campeonato Paraibano, além de estar invicto na Série C do Brasileirão, com duas vitórias em dois jogos até aqui, 100% de aproveitamento.

No entanto, nem tudo são espinhos nas Hostes Botafoguenses, haja vista que a eterna procura por um dono para a camisa 9 do Botafogo parece que chegou ao fim, depois da chegada do atacante Gustavo Coutinho, o atleta segue sendo um dos principais destaques do time, artilheiro nato, com cheiro de gol, que inclusive deixou a sua marca no último jogo do Botafogo-PB, válido pela segunda rodada da Série C do Brasileirão, quando o Belo perdeu para o Botafogo de Ribeirão Preto, por 2 a 1, jogando fora de casa. Lembrando que o Gustavo Coutinho também marcou na estreia do Belo na Série C, na vitória sobre o São José-RS, por 2 a 1, no Almeidão, agora o Alvinegro da Estrela Vermelha volta a jogar pela Série C neste sábado (23/04), às 15h00, no Estádio José Américo de Almeida Filho (O Almeidão), contra a equipe do Confiança de Sergipe, em jogo válido pela 3ª Rodada da competição nacional.  


Por Fábio Fernandes

(Jornalista, DRT PB 3024) 


TIMEMANIA - APOSTE NO BOTAFOGO-PB COMO O TIME DO CORAÇÃO!


TIMEMANIA - Marque o Botafogo-PB como seu time do coração!!!