Belo 29 Vezes Campeão Paraibano -
(Foto: Raniery Soares/ Paraíba Press/ FPF)

Belo 29 Vezes Campeão Paraibano - (Foto: Raniery Soares/ Paraíba Press/ FPF)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Rafael Oliveira lida bem com pressão, mas pede que a torcida troque crítica por apoio


Rafael Oliveira (Foto: Hévilla Wanderley / GloboEsporte.com)
Artilheiro do Botafogo-PB nesta temporada - com 20 gols marcados -, o atacante Rafael Oliveira falou nesta quarta-feira sobre o protesto de alguns torcedores do clube, que chegaram a invadir o treino dessa terça-feira, na Maravilha do Contorno, para cobrar mais comprometimento do time na Série C. Demonstrando tranquilidade em meio ao momento conturbado do Belo, o jogador disse suportar bem a pressão da torcida, mas pediu que as críticas deem lugar ao apoio para que o time tenha um clima mais favorável para tentar retomar o caminho das vitórias.

O Alvinegro da Estrela vermelha perdeu os últimos quatro jogos que disputou na competição nacional e, com isso, saiu do G-4 do Grupo A. Agora na sexta colocação - dois pontos abaixo da zona de classificação e três acima da de rebaixamento -, os jogadores botafoguenses sentiram nessa terça-feira, durante treino na Maravilha do Contorno, o descontentamento da torcida com a sequência negativa e as atuações do time. Mas Rafael Oliveira garante que está sossegado. ele também disse que entende a reação dos torcedores.

- Eu sou acostumado a jogar com time de bastante torcida. Não é a primeira vez que eu estou passando por isso. Isso vai servir de motivação mais ainda. Mas eu quero que ele (o torcedor) possa vir e nos apoiar e não criticar algum jogador. Mas a gente sabe que o torcedor age com emoção. Quando voltarmos a ganhar, ele vai estar aqui nos aplaudindo da mesma forma - comentou o atacante em entrevista coletiva pouco antes do treino desta quarta-feira, que foi realizado com portões fechados no Almeidão.

Após as quatro rodadas sem somar um ponto sequer, o Botafogo-PB se prepara para encarar o líder CSA no próximo domingo, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. Ciente da pressão que deve encontrar na casa do adversário, Rafael Oliveira focou seu discurso na importância de vencer o jogo para aliviar o clima nos bastidores.

O atacante lembra que, apesar de o momento ser ruim, o Belo depende apenas de si para se recuperar, voltar ao G-4 e conseguir a classificação para o mata-mata da Série C. E ele admite que, para isso, é importante que seus gols voltem a sair - até aqui, foram apenas dois gols em nove jogos.

- A gente sabe da cobrança. Espero que a gente possa voltar a ganhar, que eu possa voltar a fazer gols e que a gente consiga sair dessa situação. Só dependemos da gente mesmo. Não dependemos de ninguém. Quando voltarmos a ganhar, as coisas vão melhorar.

O Belo encara o CSA no domingo, pela 12ª rodada da Série C. O time alagoano é dono da melhor defesa da competição - sofreu apenas seis gols - e perdeu apenas uma vez. Mas vale lembra que essa única derrota do Azulão foi justamente para o Botafogo-PB: 2 a 0, no Almeidão, pela terceira rodada da competição.

Rafael Oliveira defendeu o CSA no ano passado e sabe bem como é jogar no Rei Pelé. Ele elogiou a qualidade do gramado, mas alerta para o Belo ter cuidado com o adversário, que vem de três empates nas três últimas rodadas e vai querer vencer a todo custo também para dar uma resposta a sua torcida, que, assim como a botafoguense, tem pressionado o time.

- Para mim, é bom enfrentar o CSA. O campo lá é bom de jogar. Que a gente possa fazer um grande jogo e voltar a ganhar, que é o mais importante. Cada jogo é uma história. Não dá para saber quem vai ser o vencedor. Espero que a gente possa chegar lá, fazer gols e conseguir a vitória - finalizou Rafael Oliveira.


Por GloboEsporte.com, João Pessoa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

TIMEMANIA - APOSTE NO BOTAFOGO-PB COMO O TIME DO CORAÇÃO!


TIMEMANIA - Marque o Botafogo-PB como seu time do coração!!!