Botafogo-PB elege Diretoria Executiva para o Biênio 2019/2020

Botafogo-PB elege Diretoria Executiva para o Biênio 2019/2020

MARQUE O BOTAFOGO-PB NA TIMEMANIA

MARQUE O BOTAFOGO-PB NA TIMEMANIA

Copa do Nordeste 2019 – 32 Milhões em cotas e terá transmissão exclusiva pelo SBT

Copa do Nordeste 2019 – 32 Milhões em cotas e terá transmissão exclusiva pelo SBT

Os atacantes Paulo Renê, Dico e Adalgiso Pitbull estarão no Belo em 2019

Os atacantes Paulo Renê, Dico e Adalgiso Pitbull estarão no Belo em 2019

Responsabilidade e Comprometimento (Foto: Futebol Interior)

Responsabilidade e Comprometimento (Foto: Futebol Interior)

O Paredão Saulo renovou com o Belo para 2019

O Paredão Saulo renovou com o Belo para 2019

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Botafogo perde para o Campinense por 3 a 2 no primeiro jogo da Final do Paraibano


Botafogo 2x3 Campinense - 01/06/2016 - (Foto: Fábio Fernandes)
O Estádio José Américo de Almeida Filho recebeu bem menos torcedores do que se esperava para prestigiar os primeiros 90 da decisão de 180 minutos, entre Botafogo e Campinense, valendo o Troféu de Campeão Paraibano 2016.

Nessa quarta-feira (1º de junho) foi registrado um público pagante de 8.393 pessoas, que gerou uma renda de R$ 112.901,00. Acrescidos os não pagantes, o público geral no Almeidão ficou em torno de 9 mil pessoas, bem abaixo dos 16.275 pagantes do jogo Botafogo 1x0 Ríver, realizado no dia 18 de maio, também no Almeidão, válido pela 2ª Rodada da Copa do Brasil.

O Jogo

O Campinense abriu o marcador aos 13’ do primeiro tempo, através do atacante Raul. O Botafogo chegou ao empate com um gol contra do lateral Fernando Pires, aos 29’, quando tentou cortar de cabeça uma bola alçada na área, mas acabou por direcioná-la ao canto inferior esquerdo do goleiro Gledson.

Não demorou muito para o time raposa ficar novamente à frente do placar, aos 35’, ataque rápido do Campinense, o atacante Raul acertou o travessão, na volta, Adalgiso Pitbull completou forte para o gol.

O segundo gol do Campinense afetou o emocional do time do Botafogo, além de gerar silêncio na maior Torcida do Estado, e o jogo seguiu para o intervalo com a vitória parcial dos visitantes por 2 a 1.

Para o segundo tempo, o treinador do Botafogo, Itamar Schülle, fez duas substituições, saíram Müller Fernandes e Val, para as entradas de Warley e João Paulo respectivamente. Já o time do treinador Francisco Diá retornou a campo com a mesma formação da etapa primeira.

Logo no reinício do jogo, aos 8’, o time do Campinense ampliou o marcador, através do atacante Adalgiso Pitbull, que assinalou o seu segundo gol na partida, ao aproveitar da melhor forma um lançamento dentro da área do Botafogo e bater forte para o gol de Michel Alves, que nada pode fazer para impedir.

Aos 13’, Jussimar do Campinense fez falta em Warley, quando recebeu o seu segundo cartão amarelo na partida, seguido do vermelho. Daí pra frente o time raposa ficou com um homem a menos em campo. 

A partir desse momento, com 3 a 1 no placar, o time do Campinense praticamente abdicou de atacar, limitando-se a algumas subidas de contra-ataques, este comportamento trouxe o time do Botafogo inteiro para o campo do Campinense. 

Todavia, a falta de competência do setor de criação e de capacidade para finalização dos atacantes do Belo não permitiram a conclusão, com sucesso, de nenhuma jogada.

O Alvinegro da Maravilha do Contorno só conseguiu diminuir o placar aos 37’, quando Warley cobrou com maestria uma penalidade máxima, o goleiro Gledson ainda foi nela, mas não deu.

A partida caminhou para o seu final com o Botafogo pressionando bastante o time do Campinense, que soube segurar o resultado que lhe era favorável. Final de jogo, Botafogo 2x3 Campinense.

Dessa forma, a segunda metade da grande decisão do Paraibano 2016 fica programada para o dia 15 de junho, às 20h30, no Estádio Amigão, em Campina Grande. Para o time do Botafogo só resta vencer o jogo de volta por dois ou mais gols de diferença, a fim de trazer o “caneco” para a capital, já o time raposa pode empatar ou perder por até um gol de diferença que conquista o bicampeonato estadual.

Considerações finais

Com um dos melhores zagueiros do Nordeste no banco de reservas, o Plínio, salvo ele esteja com algum problema de ordem clínica ou física, não é admissível que o treinador Botafogo, Itamar Schülle, esteja deixando de colocar em campo este atleta, já que a zaga do Botafogo, há tempos, desde que o zagueiro Plínio deixou de ser titular, não fala a mesma língua.

Com esse pensamento, não me refiro apenas a partida diante o Campinense, não. Diante o Cuiabá, pela Série C, apesar da vitória, foi um “Deus nos acuda” o sistema defensivo do Botafogo, que teve de contar com o fator sorte, devido à falta de um zagueiro mais experiente que pudesse colocar a “casa” em ordem... um zagueiro como o Plínio, por exemplo.

O ataque do Botafogo com Carlinhos e Müller Fernandes não tem rendido o esperado, e a ausência de uma boa sequência de apresentações satisfatórias está prejudicando o time. Sendo assim, espera-se que os recém-contratados já possam estrear pelo Belo no jogo deste domingo (5), diante o ABC, válido pela 3ª rodada da Série C, programado para as 11 horas da manhã, no Estádio Almeidão.

Saudações Botafoguenses!!!


(Por Fábio Fernandes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TIMEMANIA - APOSTE NO BOTAFOGO-PB COMO O TIME DO CORAÇÃO!


TIMEMANIA - Marque o Botafogo-PB como seu time do coração!!!